Blog

Últimos posts

5 Dicas para escolher o primeiro apartamento juntos

Começar uma vida juntos é uma decisão importante para qualquer casal, mas que, definitivamente, chegará. O relacionamento de vocês está pronto para esse passo?

Depois que a decisão foi tomada, é preciso analisar qual a melhor opção. Isso dependerá do planejamento financeiro. É preciso entender que a ansiedade pelo primeiro apartamento poderá ser prejudicial e pode fazer com que decisões erradas sejam tomadas. Se for o caso, opte pelo aluguel por um tempo, antes de ter condições de adquirir o imóvel.

Mas se o desejo é comprar um apartamento, reunimos algumas dicas que irão te ajudar. Confira:

Hora de guardar dinheiro

Eleja um dos dois para organizar a economia, de preferência aquele que tiver maior controle financeiro e conseguirá lidar melhor com o dinheiro. Vocês poderão abrir uma conta conjunta e compartilhar as despesas. Assim fica mais fácil ver o quanto poderão poupar no projeto do primeiro apartamento.

Elimine gastos supérfluos. Sabe aquela TV a cabo com pacote completo? Se vocês não usam mais a internet que a televisão, talvez seja hora de cancelar. As despesas supérfluas impactam diretamente no orçamento do casal.

Faça o dinheiro render

Evite gastos com cartões de crédito e crediários, faça seus pagamentos sempre à vista evitando a contração de dívidas futuras. Quando você conseguir juntar um montante mensal, movimente o dinheiro. Investir em algumas aplicações pode fazer com que a quantia cresça mais rápido e o sonho do primeiro imóvel se concretize com mais agilidade.

Atenção ao valor da parcela

Caso precise realizar o financiamento, sempre dê uma entrada, financiando o mínimo possível para que as parcelas sejam mais suaves e quitadas em menos tempo. O ideal é que a parcela comprometa apenas 20% da sua renda líquida. Usar o FGTS também pode ser uma boa, mas lembre-se sempre de pesquisar bem as taxas e condições de banco e negociar para conseguir as melhores condições.

Hora de escolher o apartamento ideal

Não esqueça de visitar o imóvel em vários momentos do dia para ver o nível de segurança e barulho. Cheque as instalações tubulares de água (abra as torneiras do imóvel e veja se água sai limpa) e a rede elétrica (veja se as tomadas já estão no novo padrão ou se a rede é muito antiga). Isso pode evitar transtornos com futuras manutenções.

Se você trabalha em casa, não precisa de localidades com fácil acesso ao transporte público ou vias de trânsito rápido; caso goste de espaço, pode optar por apartamentos mais antigos, que possuem plantas maiores; se é uma pessoa mais reservada, pode procurar prédios sem salão de festas, diminuindo o valor do condomínio.

Antes de fechar negócio, lembre-se:

O importante é ter muita calma para escolher as melhores alternativas e seguir pelo caminho mais vantajoso e seguro.

Posts Relacionados

×
Olá. Como posso ajudar?