Blog

Últimos posts

Como introduzir educação financeira para crianças?

Você sabia? Uma pesquisa realizada pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) com o SPC Brasil revelou que cerca de 47% dos jovens entre 18 e 24 anos não têm controle sobre suas próprias finanças, mesmo quando têm renda própria? Foi com base nesse dado que elaboramos esse texto, sobre educação financeira para crianças.

Sabemos que construir um lar vai muito além de erguer colunas e pintar paredes, afinal, um ambiente harmonioso torna qualquer convivência melhor. Por isso, toda uma família pode e deve partilhar as alegrias e também as responsabilidades da administração de um lar. Dessa forma, é importante introduzir a educação financeira desde cedo, para que seu filho saiba ao menos o valor da tarifa de luz.

Saiba como introduzir a educação financeira na vida das crianças 

Boa parte da nossa relação com o dinheiro é feita até os 7 anos. É nessa fase que as crianças formam boa parte de seus hábitos financeiros. Por isso, é importante introduzir seus filhos, sobrinhos, primos e irmãos mais novos nesse universo, para que aprendam desde cedo a tomar as melhores decisões.

Para auxiliar nessa tarefa, separamos algumas dicas de como implantar desde cedo essa mentalidade e ajudar semear um lar e família harmoniosos:

1. Introduza-os em atividades que demandam escolhas relacionadas com o dinheiro

Quando for ao mercado, mostre o preço dos produtos e explique o motivo de estar levando o mais econômico. Fale sobre a qualidade e a quantidade em comparação ao mesmo produto de marcas diferentes.

2. Coloque-os em ação

Caso surja a oportunidade, entregue o dinheiro em mãos para que paguem alguma conta. Com isso, eles entenderão ser uma troca, o dinheiro vai para receberem algo de que precisam, e quanto irá sobrar no final. 

3. Usar dinheiro precisa de escolhas

Mostre aos pequenos que com uma certa quantidade de dinheiro é possível comprar apenas algumas coisas. Quando ele quiser comprar dois brinquedos, por exemplo, explique que com aquele valor é possível escolher apenas um e ele precisa decidir qual é mais importante. 

4. Ensine a doar

A consciência social e financeira andam juntas, por isso, é importante ensiná-los a doar algum dinheiro, roupa ou brinquedo, com isso, aprenderão a ter empatia e dividir com pessoas que precisam mais, entendendo as diferenças sociais.

5. Tenha calma

Nessa etapa de iniciação, é normal que surja uma infinidade de dúvidas, de onde vem o dinheiro, para onde ele vai, entre várias outras. Por isso, responda todas as perguntas com a calma necessária, afinal, você terá um parceiro de supermercado para ajudar a fazer as melhores escolhas.

Dica de ouro

Por ser uma fase em que os pequenos estão iniciando a vida escolar, essa é uma ótima oportunidade de introduzi-los com livros infantis que abordam o tema financeiro. 

A Árvore dos Sonhos é uma obra de Fabiano Alves Onça que conta a história de um menino, seu avô e uma árvore que ajuda a realizar sonhos. Este livro possui uma linguagem acessível para pais e filhos sobre educação financeira.

A formiga que queria ser confeiteira (Paula Andrade) é um livro interativo que faz reflexões sobre planejamento, organização, realizações, persistência e negócios contando a história de uma formiga que sempre trabalhou muito para realizar o sonho de ter sua própria confeitaria.

O Barato da Dona Baratinha é um livro interativo de Paula Andrade que conta a história de uma baratinha que sempre cuidou muito bem de seu dinheiro, mas que não conseguia fazer ele sobrar. Por que será? 

Gostou das nossas dicas? Que tal começar a investir no seu terreno clicando aqui e conhecendo nossas opções? Conte conosco para você realizar seu sonho de formar um lar do seu jeito.

×
Olá. Como posso ajudar?
Boleto Bancário